Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!

NOTADEZ


zecomeiausp@yahoo.com.br  wilsinho64@yahoo.com.br  borenosbor@yahoo.com.br  http:\\\\br.groups.yahoo.com/group/notadez rosesempre@hotmail.com samutecjc@hotlmail


Total de visitas: 241330
EMBRIOLOGIA DOS SERES VIVOS

 

http://www.youtube.com/watch?v=ho43quq-X_U

 

http://www.youtube.com/watch?v=0FVbjHn8A38

Antes de cada individuo ser um ser humano ele é uma célula. Diferente do que muitos pensam, não são espermatozóides só e nem óvulo só, mas sim uma fusão dos dois gametas.

 

ESPERMATOZÓIDES (gametas masculinos) e óvulos (gametas femininos), a fusão dos dois gametas forma a célula ovo ou zigoto que cada ser humano já foi um dia.

Os gametas são as únicas células humanas que resultam de dois tipos de divisão, mitoses e meioses e que originam os gametas (células especializadas para um tipo de reprodução, a reprodução sexuada). Como somos resultados da reprodução sexuada, somos indivíduos diferentes uns dos outros.

Para esclarecer melhor os fatos citados, vamos aprender um pouco sobre o que se refere a formação dos seres humanos como um todo.

http://www.youtube.com/watch?v=tqLjre1R58w&feature=related

FORMAÇÃO DOS GAMETAS

 

Conhecida como gametogênese, a formação dos gametas se dá da seguinte forma e período:

No período da puberdade que pode variar no ser humano dos onze aos treze anos, sem uma certeza de idade, pois cada organismo tem sua configuração, pois somos diferentes organismos geneticamente  falando, é durante esse período de vida que inicia-se a produção dos gametas e a partir desse período cada indivíduo humano já será responsável pela produção de um novo indivíduo semelhante a ele.

A gametogênese se divide em ovulogênese e espermatogênese e se dá da seguinte forma:

Ovulogênese: no interior dos ovários existem as células primordiais dos óvulos, as ovogônias, que iniciam-se a dividir-se da seguinte forma, uma ovogônia se divide por mitose (mitose 1) e dá origem a duas novas células diplóides (com 46 cromossomos cada); que vão passar por outra mitose  ou mitose2 que dará origem a quatro células iguais, encerrando a primeira fase da ovulogênese.

A segunda fase da ovulogênese ocorre com o período de crescimento que ocorre quando as células se fundem em uma célula maior que iniciará outro tipo de divisão, a meiose, que resultará na formação de células que contenham a metade do número de cromossomos das células que se formaram pelos processos de mitose.

Meiose 1, nesse tipo de divisão a célula reage da seguinte forma: há uma separação dos cromossomos homólogos, fazendo com que os genes responsáveis pelos caracteres dos descendentes sejam preservados nas células que resultarão desse tipo de divisão e dando origem a duas novas células com 23 cromossomos cada; em seguida as células sofrerão a segunda meiose que formarão quatro novas células, porém uma será considerada reprodutiva (óvulo) e três serão discos germinativo (sem função reprodutiva).

A partir desse momento, o óvulo estará pronto para ser fecundado, estará maduro e sairá do ovário para se encaminhar para o útero passando pelas tubas uterinas (trompas de falópio) onde deverá ocorrer a fecundação. A fusão dos gametas ocorrerá no interior das tubas uterinas. Assim o zigoto que se formará deverá se encaminhar para o útero e se fixar no endométrio preparado para isso.

A fixação do zigoto no endométrio chama-se nidação e é um dos fatores principais para a gestação acontecer.

Espermatogênese: formação dos gametas masculinos, ocorre quase da mesma forma que a ovulogênese, porém com a diferença de formar quatro células maduras.

A espermatogênese iniciá-se no interior dos tubos seminíferos que se enovelam para formar os testículos, órgãos masculinos responsáveis pela formação dos espermatozóides.  São milhares de túbulos que possui em cada um uma célula primordial chamada espermatogônia, responsável pela formação dos espermatozóides, cada espermatogônia sofrerá as divisões responsáveis pela formação dos gametas.

Mitose 1, nesse primeiro período as espermatogônias sofrerão um tipo de divisão em que os cromossomos separam  seus metâmeros e formam novos cromossomos, duplicando assim o número cromossômico no interior do núcleo, em seguida o núcleo sofrerá invaginação e duplica-se formando dois novos núcleos com 46 cromossomos cada, em seguida a célula separa-se como um todo formando duas células diplóides.

Ainda na primeira fase ocorre a mitose 2 onde quatro novas células diplóides se formarão, encerrando assim a primeira fase da espermatogênese.

Em seguida as células sofrerão fusão e iniciará o período de crescimento, onde as células selecionam os cromossomos formados e os farão homólogos para que nova fase se inicie.

A terceira fase então é iniciada com a primeira meiose, separando os cromossomos homólogos para a formação dos gametas. Terminada a meiose 1, incicia-se a meiose 2 onde quatro células haplóides se formarão.

O último período da espermatogênese é o período de diferenciação, onde as quatro células modificam-se e se transformam em quatro espermatozóides, todos responsáveis pela reprodução humana.

Logo se conclui que na ovulogênese uma célula pode dar origem a uma só célula reprodutiva enquanto que na espermatogênese uma única célula dará origem a quatro células reprodutivas. Como são milhares de túbulos seminíferos a cada processo de formação de espermatozóides serão 4 vezes esses milhares de células que formarão os espermatozóides.

Quando os gametas estão prontos, maduros iniciá-se os períodos de reprodução humana que como já foi dito deve sempre iniciar na puberdade, nas mulheres esse período reprodutivo tem um início de igual período em relação aos homens, porém o final do período reprodutivo feminino deve ocorrer no período de idade média feminino, ou seja, por volta dos quarenta e cinco anos, cuja afirmação não é uma regra para todas as mulheres, esse período dependerá das perdas celulares primordiais que a mulher sofrer no período da infância, pois no primeiro período de vida as mulheres perdem algumas células por necessidades do organismo em degradá-las.

Essa necessidade se dá até mesmo pela formação de plaquetas no organismo feminino, por outro lado quanto maior o número de células degradadas pelo organismo feminino, menor será o ciclo reprodutivo da mulher. Por isso existem mulheres que podem chegar ao final do ciclo reprodutivo muito cedo, antes de chegar aos quarenta anos de idade, esse fenômeno poderá causar no organismo feminino alguns problemas a nível de formação de células e tecidos, causando danos à saúde da mulher.

Enquanto que nas mulheres o período reprodutivo pode ter um inicio e um final, nos homens uma vez iniciada a formação dos gametas, dura até o final da vida do homem, logo, os homens não têm período final de ciclo reprodutivo.

Quando homens e mulheres estão maduros em relação a reprodução e ocorre o encontro intimo entre ambos, o processo de produção de um novo indivíduo iniciá-se. Ocorrendo então a penetração do pênis no canal vaginal e assim que os espermatozóides são lançados para dentro do organismo feminino, passarão pelo canal vaginal, útero e encontrarão o óvulo no interior de uma das tubas uterinas, nesse intervalo, no organismo feminino ocorreu a liberação do óvulo pelos ovários (óvulo maduro), o qual será encontrado por apenas um espermatozóide para que haja a formação de um novo ser.

Um homem normal deve em uma ejaculação lançar milhares de espermatozóides para encontrar um óvulo,pois, os milhares de espermatozóides deverão lançar também o líquido seminal ou sêmem que tem uma função muito importante para que ocorra a fecundação, destruir a coroa protetora do óvulo e deixá-lo desprovido da mesma até que haja a fecundação, assim que ocorre a fecundação, a coroa protetora se forma novamente e não há mais enzimas para destruir coroa e todos os espermatozóides que chegarem ao óvulo será mandado de volta para fora do corpo feminino.

Uma vez que ocorra a fecundação, a nova célula chamada agora de zigoto, continuará seu caminho até chegar ao útero, onde deverá se fixar no endométrio e iniciar a produção de um novo indivíduo.

Após a fecundação, as células irão parear os cromossomos para que a mesma se torne diplóide e em seguida iniciá-se uma sucessão de divisões celulares, cada grupo de células iguais formarão um tipo de tecido, são os tecidos embrionários (ectoderma, mesoderma e endoderme), cada tipo de tecido embrionário formará um tecido fixo e maduro do novo indivíduo.

Esses tecidos serão constituídos por células epiteliais, células conjuntivas, células musculares, células adiposas, células musculares e células nervosas, responsáveis pela formação dos órgãos específicos para a formação dos sistemas independentes para que os aparelhos sejam constituídos e um organismo completo se apresente.

 http://www.youtube.com/watch?v=ppcIKvEoZ5Y

 

Criar um Site Grátis   |   Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net